terça-feira, 20 de outubro de 2009

O Fim do Socialismo no Leste Europeu

Os primeiros movimentos por liberdades demográficas ocorreram no Leste Europeu,na Hungria em 1956 e na Tchecolosváquia em 1968,mas foram logo sufocadas pela repressão soviética.



Ocorreu no final dos anos 1980,uma nova onda de lutas demográficas motivadas por fatores externos e internos.




  • O fator externo fundamental foi a Política de Reformas na União Soviética,quedeixou de representar uma ameaça aos movimentos no Leste Europeu.



  • Entre os fatores internos,destaca-se a Crise Econômica e a deterioração das condições de vida nos países da Europa Oriental.

Em 1989 caíram todos os regimes socialistas do Leste Europeu. Na Iugoslávia,a crise do socialismo levou a uma violenta guerra e resultou na desintegração do país.


A Iugoslávia era contitúida por seis repúblicas: Sérvia, Croácia Bóvania -Herzegorvina, Macedônia, Montenegro,Eslovênia e duas regiões autônomas ligadas à servia, Voivodina e Kosovo.


Na década de 1970, uma crise econômica que afetou a Europa e evapecialmente a Iugoslavia. Na década seguinte, a crise se aprofundou no país. O endividamento levou o governo a cortar os investimentos sociais e a achatar os salàrios. A atividade indústrial caiu, o desemprego cresceu e a Inplação chegou a 800% por ano.


A mudança que ocorreu no Leste Europeu ao longo daquela data fragilizava mais a unidade política. Criando vários conflitos para o fim do socialismo no Leste Europeu.
































2 comentários: